Ramadã

Nunca escondi de ninguém que tenho uma relação afetiva com o Islã. Me perdoem os que conhecem a religião de ouvir falar, mas eu a conheci vivendo no maior país muçulmano do mundo. Me desculpem os que se pautam pela mídia branca, masculina, heterossexual e tão patriarcal quanto a religião que alegam ser machista. ExisteContinuar lendo “Ramadã”

A bela e o vinho

Não aprendi a dizer adeus A frase brega e recorrente Não aprendi Nunca aprendi jamais aprenderei Como seria a vida sem Dani ? Como será a vida sem Dani ? Como me serão as noites de vinho e os donuts transbordantes de recheio sem ela? Quem é ela? O nome dela é Daniela? A amigaContinuar lendo “A bela e o vinho”

As quatro Luas

As quatro Luas Talita, Tamillys, Rafaela, Adriana Quatro olhares por sobre o muro Lançando sementes Plantando o futuro As quatro estações Adriana, Rafaela, Tamillys, Talita Caminhar decidido por cima das águas Domando torvelinhos Superando mágoas Os quatro pontos cardeais A rosa dos ventos Beleza demais As saias rodando Chamando ancestrais Os quatro elementos Rafaela, Talita,Continuar lendo “As quatro Luas”

Pode a doença ser cura?

“Pouco há de patológico nas doenças que mutilam o homem. É o espírito que adoece sem que ele perceba.” VALERIA DE ALMEIDA Hoje em dia muito se espiritualiza sobre as doenças e a condição física humana. Tudo é psicossomático, fruto de falta de perdão, de amor ao próximo ou “ausência de Deus no coração”. PorContinuar lendo “Pode a doença ser cura?”