Fada sem paz

A fada despertou e descobriu que havia perdido todos os seus poderes. Lembrou-se então que só em paz elas os possuem. No entanto ela já não tinha a ambição de voltar a ter paz.

Ela sabia que a dor daquele momento iria impactá-la de tal forma, que paz seria um luxo dificilmente reconquistado. Para ela, paz naquele momento seria quase uma traição. Como obter paz em meio a perda de tudo pelo qual ela sempre esperou?

Abandonara o reino das fadas. Emprestara suas asas por um tempo a um mortal. Tomara o mortal nos braços e literalmente soprara suas ventas com ar encantado a fim de lhe trazer de volta à vida.

Curou-lhe a alma.

Libertou seu espírito e o despertou para o amor verdadeiro. No entanto, a história haveria de ser triste, e ao emprestar suas asas a ele, ele voou para longe dela.

Ela ficou ali, sem asas, sem sonhos e sem ar.Sem paz, sem poderes, sem vida.

Publicado por Fabi Estrela

Fabi, feminista de fibra, carrega o mundo no coração. Jornalista e bailarina e Mestre em Educação, Arte e História da Cultura. É especialista em Educomunicação, Direitos Humanos e Gênero. Thetahealer e estudiosa do sagrado feminino. Louca por bichos, make up e tattoos. Bem útil e fútil. Tem rodinhas nos pés e asas nas costas, por isso alguns a chamam de fada. Aquariana de riso farto, vive há anos entre Ásia e Europa, onde se dedica a empoderar jovens para mudanças sociais em seus grupos identitários.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: